Paysandu Sport Club  Selo do centenário
Logotipo Sócio Bicolor - Seja você mais um sócio Bicolor!
  • 1mil
  • 2mil
  • 3mil
  • 4mil
  • 5mil
  • 6mil
  • 7mil
  • 8mil
  • 9mil
10mil
Sócios
Bicolores!
Adimplentes
Já somos Sócios Bicolores Adimplentes
HOMENOTÍCIAS Minha história, meu amor! Sócio Bicolor Gaúcho realiza sonho de ver (...)
19 de Agosto de 2014

Sócio Bicolor Gaúcho realiza sonho de ver um jogo do Papão

Você  lembra de Daniel Wildner? Aquele Sócio Bicolor de Porto Alegre, que não torce para nenhuma equipe do Rio Grande do Sul, e que torce somente para o Paysandu? Pois é, ele está de férias em Belém, e já conheceu um pouco de tudo o que a nossa cidade e o nosso estado pode proporcionar para os seus turistas. Mas, acima de tudo, Daniel conheceu a força da torcida alviceleste no último jogo do Paysandu pela Série C, realizado na noite de ontem (18), em Castanhal, onde o Papão goleou o CRB por 3 a 0.

O Departamento de Comunicação do Paysandu fez com que Daniel realizasse o seu sonho, de ver o Papão em campo. O Sócio Bicolor visitou o Estádio da Curuzu no último sábado (16). Foi o primeiro contato dele com o Estádio Bicolor, onde até então, havia visto somente pelas telas da televisão e do computador. Daniel teve a oportunidade de ver de perto o andamento das obras na Curuzu, além de ter visitado a área interna do Estádio, onde ele viu de perto o vestiário do clube, a academia, sala de imprensa, o refeitório e a sala da presidência.

E por falar na sala da presidência, lá, Daniel teve o seu primeiro contato com o presidente do clube, Vandick Lima, que agradeceu pessoalmente ao torcedor bicolor pela sua contribuição ao clube. Na sala também, havia a presença de dois dos maiores jogadores que já vestiram a camisa do Paysandu. Beto e Quarenta, fizeram questão de cumprimentar Daniel, além de dar as “saudações bicolores” ao torcedor. Por fim desta visita, Daniel ganhou das mãos do presidente um par de ingressos para a partida do Papão contra o CRB, além de uma vaga no ônibus da equipe para ver o jogo em Castanhal.

Daniel ressaltou a importância de ter ganhado das mãos do presidente do clube os ingressos para esta partida, além de agradecer a todos pela excelente recepção que teve no Estádio da Curuzu. “Eu nunca imaginei que fosse estar aqui, vendo tudo isso de perto. Não sei nem o que dizer, só sei agradecer a todos que me proporcionaram estes momentos aqui, ao presidente Vandick pelo par de ingressos para o jogo em Castanhal e por todo esse calor humano que venho recebendo não só das pessoas que trabalham no Paysandu, mas, de todos os torcedores alvicelestes que conheço nas redes sociais que me motivaram e fizeram também parte desta minha vinda.”, disse.

Na segunda-feira (18), dia do jogo, Daniel não aguentava de tanta ansiedade em ver o Papão entrar em campo. O torcedor levou a sua bandeira e foi no ônibus junto com a delegação bicolor para a Cidade Modelo. A expectativa de Daniel para acompanhar pela primeira vez o jogo do Paysandu de perto era grande. “Eu não sei o que dizer neste momento. Parece que estou sonhando, mas que aos poucos a "ficha" vai caindo e me mostrando que estou vivendo uma realidade. Vou ver o Paysandu de perto, e isso é um sentimento único para a vida de um torcedor que mora a quilômetros de distância de Belém”, disse.

Chegando em Castanhal, Daniel reencontrou amigos que ele fez pelas redes sociais e uma pessoa em especial: o jogador Beto, que foi também para Castanhal para acompanhar o jogo do Papão. Os dois assistiram o jogo juntos, e vibraram com a vitória do Papão. No fim da partida, Daniel comemorou bastante a vitória. “Eu não podia voltar para Porto Alegre levando na bagagem uma derrota ou um empate. Precisava ser uma vitória, e ela veio de forma espetacular. Hoje é um dia que ficará guardado na minha memória pelo resto da minha vida, sem dúvidas”, finalizou.

O porto-alegrense voltou de Castanhal com a felicidade estampada no seu rosto, com a “payxão” pelo Paysandu maior ainda, e com uma infinidade de produtos oficiais do clube, amigos, e momentos com os torcedores alvicelestes, que deram por um dia para Daniel um verdadeiro dia de torcedor bicolor. Por fim, Daniel ainda ganhou uma camisa oficial do Paysandu autografada por todos os jogadores.

Texto: Ronaldo Santos / Edição: Pam Sames
Imagem: Fernando Torres / Ronaldo Santos / Arquivo Pessoal










  • Compartilhe
    o site do Papão

  • Siga no Twitter

    @Paysandu
PATROCINADORES

Alubar Husqvarna Banpará Vegan Nation Drogarias Globo Mirella - Farinha de Trigo Trigolino Sky