Paysandu Sport Club  Selo do centenário
Logotipo Sócio Bicolor - Seja você mais um sócio Bicolor!
  • 1mil
  • 2mil
  • 3mil
  • 4mil
  • 5mil
  • 6mil
  • 7mil
  • 8mil
  • 9mil
10mil
Sócios
Bicolores!
Adimplentes
Já somos Sócios Bicolores Adimplentes
HOMENOTÍCIAS Institucional Paysandu é o primeiro do Norte a fazer (...)
18 de Maio de 2017

Paysandu é o primeiro do Norte a fazer parte do Comitê Brasileiro de Clubes

Filiado ao Sindicato dos Clubes Sociais do Pará (Sindiclubes/PA) e à Confederação Nacional dos Clubes (Fenaclubes), o Paysandu Sport Club entrou recentemente para o time do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC), como primeiro e único representante da região Norte do País. A partir de agora, o Papão poderá captar recursos diretamente para seus esportes amadores com características olímpicas e paralímpicas.

O diretor de projetos incentivados, Ulisses Sereni, ressalta que o vínculo com a CBC põe o Paysandu em um seleto grupo de clubes brasileiros aptos a receber investimentos em outras áreas. “Daqui para frente, a realidade para o Paysandu começa a mudar, teremos novos horizontes em que o clube poderá receber recursos através de projetos e que o levará a participar de campeonatos nacionais e internacionais, com intuito de qualificar atletas bicolores a participar de competições olímpicas e/ou paraolímpicas”, destaca.

Ainda de acordo com o dirigente, as portas que se abrem e os benefícios ao clube são surpreendentes, uma vez que, através de projetos aprovados junto ao CBC, o Papão receberá recursos oriundos das Loterias da Caixa, mais especificamente da Timemania, que fomentará o crescimento das modalidades contempladas. “Nesse ponto, a nossa torcida deverá marcar sempre seu time do coração na Timemania, que estará ajudando o Paysandu a receber recursos. Por outro lado, estaremos preparando atletas de alto rendimento para disputas olímpicas”, detalha.

O Paysandu também foi contemplado por ser considerado um clube inovador, comprometido com programas de integridade e por ter uma gestão compartilhada. Antigamente, segundo Ícaro Sereni, todos os recursos de esportes olímpicos ou paralímpicos praticados por sócios do clube eram gerados das receitas do futebol profissional. “Agora essa verba será canalizada para a captação de recursos junto às instituições como o CBC, Ministério do Esporte e outros. Logo, isso será muito importante para aliviar as despesas nessas áreas, descomprometendo as receitas do futebol profissional, oportunizando maiores investimentos no time para disputas nacionais”, enumera o diretor de projetos incentivados do Papão.

Texto: Assessoria de Comunicação
Imagem: Assessoria de Comunicação














  • Compartilhe
    o site do Papão

  • Siga no Twitter

    @Paysandu
PATROCINADORES

Mirella - Farinha de Trigo Trigolino Governo Federal Caixa Econômica Federal Lobo