Paysandu Sport Club 
Logotipo Sócio Bicolor - Seja você mais um sócio Bicolor!
  • 1mil
  • 2mil
  • 3mil
  • 4mil
  • 5mil
  • 6mil
  • 7mil
  • 8mil
  • 9mil
10mil
Sócios
Bicolores!
Adimplentes
Já somos Sócios Bicolores Adimplentes
HOMENOTÍCIAS Institucional Bicolores são batizados com sinais por (...)
24 de Abril de 2019

Bicolores são batizados com sinais por grupo de surdos, em visita à Curuzu

Desde janeiro deste ano que o torcedor Wellington Adriano acompanha as notícias da equipe de futebol profissional do Paysandu Sport Club na televisão de um modo diferente. “Antes a gente só via o pessoal falando e não entendia nada. Eu queria saber o que estava acontecendo, mas não sabia. Agora, com a presença da intérprete, eu estou sabendo de tudo do meu time”, afirmou o bicolor, que visitou as dependências do Estádio da Curuzu, na manhã desta quarta-feira (24), juntamente com outros surdos, a convite da Diretoria de Marketing e Comunicação, em alusão ao Dia Nacional da Língua Brasileira de Sinais.

Acompanhado da intérprete de libras do clube, Ednusia Queiroz, um grupo de dez surdos conheceu todas as instalações do Vovô da Cidade. “Eu gostei muito de ter visitado. Eu agradeço ao convite para os surdos estarem aqui, pois nunca tínhamos visto, nunca tínhamos conhecido. Fiquei muito feliz de ter conhecido o estádio todo”, completou Wellington Adriano.

Os torcedores conheceram todas as dependências do Estádio da Curuzu

O passeio começou pela Academia Gabriel de Souza Castro, seguiu pelo Núcleo de Fisioterapia, continuou no Hotel Antônio Diogo Couceiro, com uma passagem pelo gramado, e terminou na sala de imprensa, onde os convidados assistiram às entrevistas coletivas concedidas do técnico Léo Condé e do volante Caíque Oliveira, que foram batizados com sinais.

Eles aproveitaram para registrar todos os momentos com várias selfies

“É gratificante, um dia especial, que tem essa data representativa para eles. Para a gente, recebe-los aqui, é bastante satisfatório, espero que eles possam estar trazendo bons ares e voltarem mais vezes. Serão bem recebidos”, destacou o treinador.

Ao final do treino, os jogadores retribuíram o carinho dos torcedores

A torcedora Jhully Melo, que já comemorou um de seus aniversários com o tema Paysandu, viveu um dia especial. “Eu achei muito legal de ficar vendo, achei tudo maravilhoso. Fiquei muito feliz pelo convite, eu achei muito legal ver as coisas, os locais onde eles ficam. Muito obrigada mesmo! Quando eu vi o técnico ser batizado, recebi o sinal, achei muito legal. Hoje foi muito importante para a gente, foi um movimento legal, eu me senti muito bem”, declarou.

Os surdos acompanharam as entrevistas coletivas, na sala de imprensa

Responsável por conduzir a visita, Ednusia Queiroz destacou a importância do seu papel para a comunidade surda. “O meu trabalho como intérprete começou na igreja, em Fortaleza. Depois fui transferida para Belém e continuei fazendo uso de libras. É uma oportunidade de nós levarmos acessibilidade aos nossos irmãos surdos. A gente uniu duas grandes paixões, a minha por libras e eles pelo Paysandu. Agora eles se sentem mais torcedores ainda. Fico muito feliz em ampliar esse conhecimento”, comentou a colaboradora bicolor.

Na manhã da próxima segunda-feira (29), o Paysandu será homenageado na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) pelo trabalho de inclusão social desenvolvido em prol dos surdos. O clube é o primeiro no Brasil a colocar uma intérprete de libras nas entrevistas coletivas.

Texto: Assessoria de Comunicação
Imagem: Jorge Luiz












  • Compartilhe
    o site do Papão

  • Siga no Twitter

    @Paysandu
PATROCINADORES

Alubar Unimed Belém Banpará Bet Warrior Vegan Nation Drogarias Globo Draft Super Zero Mirella - Farinha de Trigo Trigolino Sky