Paysandu Sport Club 
HOMENOTÍCIAS Institucional CT terá parque ambiental com trilhas, (...)
26 de Maio de 2020

CT terá parque ambiental com trilhas, plantio de mudas e área de convivência para a torcida

Depois de dar início à segunda fase dos trabalhos no Centro de Treinamento Raul Aguilera, com serviços de terraplanagem para a implementação de campos de futebol, a Comissão de Obras começou a elaborar o projeto do parque ambiental, que será em um espaço de 30 mil metros quadrados de área preservada pelo Paysandu Sport Club. Na manhã da última segunda-feira (25), o presidente do clube, Ricardo Gluck Paul, o vice-presidente de Gestão, Maurício Ettinger, conselheiros e colaboradores fizeram uma visita ao terreno, localizado na rua Osvaldo Cruz, no bairro de Águas Lindas, em Belém, para acompanhar o andamento das atividades.

“Isso aqui é uma área que não estava no projeto inicial, que é a de convivência da torcida do Paysandu. Estamos prevendo aqui no CT uma área bastante interessante. Essa floresta aqui atrás é uma área de preservação, onde os torcedores poderão fazer trilhas ecológicas. Além disso, a gente vai colocar centros de convivência para o torcedor poder fazer encontros, reuniões e alguma confraternização, tudo isso com a visão do centro de treinamento, ou seja, o torcedor estará perto do futebol do Paysandu, da área de treinamento e podendo conviver no nosso CT”, adiantou Ricardo Gluck Paul.

Conselheiro do clube, o arquiteto Carlos Tadeu revelou que também haverá um trabalho social voltado para o meio ambiente. “Nós vamos fazer uma campanha para realizar um plantio aqui nessa área, onde o torcedor vai trazer mudas para cá. Teremos espaços onde ele vai poder trazer a sua família para frequentar essa área de preservação. A gente está tendo ideias de explorar uma arquitetura regionalista, como malocas nas áreas de convívio, trilhas ecológicas para fazer caminhadas, tudo respirando esse ar puro. Então são várias ideias que inclusive estão abertas para que torcedores envolvidos possam nos ajudar, agregar com várias informações para enriquecer esse espaço”, detalhou.

O presidente Ricardo Gluck Paul e a Comissão de Obras do CT visitaram o local

O parque ambiental do CT terá cerca de dez malocas que serão comercializadas para que os torcedores coloquem seus nomes nelas. O recurso arrecadado será usado de forma integral na execução das obras.

Já na área de aproximadamente 70 mil metros quadrados onde foi feito um serviço de supressão vegetal seguido da limpeza do local, as obras continuam agora com foco total na implementação dos campos. Apesar das fortes chuvas que têm caído na Grande Belém ao longo deste mês de maio, o trabalho não para. “É uma obra que você vai mexer com terraplanagem, compactação e drenagem. Quando você tem um dia inteiro ou uma tarde de chuva, o seu ritmo diminui, mas com muita vontade, alegria e esforço, nós vamos ter êxito até o final do ano”, garantiu o engenheiro e conselheiro João Bosco, presidente da Comissão de Obras do CT.

Por meio de um site criado para captar recursos e um plano exclusivo dentro do programa Sócio Bicolor, a Fiel tem participado efetivamente do projeto de construção do CT desde o início da primeira etapa das obras. Mais de R$ 22 mil já foram arrecadados em uma vaquinha virtual lançada pela Comissão de Festas do Paysandu, grupo formado por torcedores. Clique aqui para contribuir.

Texto: Jorge Luís Totti
Imagem: Jorge Luís Totti
















  • Compartilhe
    o site do Papão

  • Siga no Twitter

    @Paysandu
PATROCINADORES

Alubar Unimed Belém Banpará Bet Warrior Vegan Nation Drogarias Globo Draft Super Zero Mirella - Farinha de Trigo Trigolino Sky